Evangelho Bnei Noach – O Ressentimento de Jesus

Bem vindos ao Site Bnei Noach Projeto Noaismo Info

O Site Bnei Noach
Projeto Noaismo Info
APRESENTA

 

Você sabia que o termo “evangelho “bnei-Noach”” seria equivalente a “alcorão cristão” ou a “novo testamento budista”?
Ou seja, trata-se de dois conceitos diferentes, independentes um do outro, e opostos.

É verdade que atualmente muitos cristãos em livros e sites têm utilizado o nome “Bnei Noach” e o nome “As Sete Leis de Noé”* misturando assim os dois conceitos, mas na verdade tão somente com o intuito de confundir as pessoas, e fazer as pessoas pensarem, acharem, que se é possível ser cristão, ou seja, acreditar em Jesus, e, ao mesmo tempo, se dizerem, se autointitularem Bnei Noach.

Não existe cristão noaíta (cristão Bnei Noach) da mesma forma que não existe cristão budista ou cristão muçulmano. Isto é simplesmente uma falácia. Cristãos não são Noaítas (Bnei Noach), e Bnei Noach não são cristãos.

Bnei Noach não acreditam em Jesus, em nem uma forma de Jesus, seja um Yeshua, seja um (uma palavra inventada, que não existe no hebraico) Yahushua. Bnei Noach não acreditam em apóstolos. Bnei Noach não acreditam em evangelho nem novo testamento. Bnei Noach não acreditam em igreja nem cristianismo.

Mesmo um cristão que eventualmente soube por qualquer meio das Sete Leis de Noé da Torá e até pensa que as cumpre, ele só as aparentemente cumpre por ser levado enganosamente por um ou outro a concluir por conta própria, ou que Jesus supostamente as ensinou, ou que os apóstolos supostamente as ensinaram, ou que o novo testamento supostamente as ensina, ou que a sua idealizada igreja (ou Fé) as ensina.

A grande verdade, infelizmente, é que nem cristãos nem messiânicos (cristãos hebraizados – yeshuanistas – que se enfeitam de “judeus”) sabem A Verdade sobre Jesus, pois, se Jesus foi judeu – nasceu judeu, nasceu dentro do judaísmo – então, naturalmente, apenas o próprio povo judeu tem A Verdade sobre quem foi Jesus.

Assim, segue a pergunta feita ao Rav Avigdor Miller sobre Jesus, aqui chamado de Yeshu, e depois de “aquele homem”.

“Você pode nos contar sobre o início da vida de Yeshu – se você não sabe quem é Yeshu, é o fundador da religião cristã – sobre seu crescimento entre o povo judeu e que efeito suas primeiras experiências tiveram no resto de sua vida?”

Resposta do Rav Avigdor Miller:

“Bem, resumidamente, ele nasceu em circunstâncias suspeitas. Agora, isso é o que eles dizem, não o que eu digo. E, naturalmente, ele trabalhava com uma incapacidade severa, uma incapacidade severa social, porque mesmo entre os gentios um homem de parentesco duvidoso não é uma pessoa privilegiada. Ter Hashem como pai não te leva a lugar algum neste mundo. Ah, mas eles afirmam que ele é descendente do rei David. Isso é uma pequena contradição porque HACADOSH BARUCH HU (lê-se Hacadóch Barúrr Hu), O SANTO BENDITO É ELE, não é da Casa de David. Mas de qualquer forma, por causa desta incapacidade, ele ficou muito amargurado.

Agora, ele nunca teve êxito em nada. Ele não era casado. Isso não é uma coincidência porque ele não poderia se casar – um mamzer não pode se casar com um judeu. Ele tentou aprender a Torá, mas não conseguiu. Ele permaneceu uma pessoa muito medíocre na Torá porque vemos em suas declarações uma série de erros grosseiros que nem mesmo um mediano ben Torá nunca cometeria.

Agora, como resultado disto, ele ficou, como eu já disse, muito amargurado. Mas ele era dotado de uma capacidade e essa era uma tremenda ambição; se ele fosse psicanalisado hoje, isso seria chamado de megalomania. E quando um homem tem uma tremenda ambição, mas não possui habilidades, o resultado é uma terrível amargura.

Então aquele homem voltou sua amargura contra aqueles que o fizeram. Agora, quem foram aqueles que tiveram sucesso no povo judeu? Quem eram os admirados por toda a nação? Os Sábios, os Fariseus. Os fariseus eram os queridos do povo. A nação inteira adorava seus feitos e sua palavra. Mas porque aquele homem não conseguiu se tornar proeminente, então ele se virou contra eles. E é por isso que todo o Novo Testamento, do começo ao fim, é um longo discurso contra os Tanaim. Não há outro livro no mundo que tenha tanta amargura contra os Sábios de Israel como o Novo Testamento. E esse é o motivo. Porque ele não conseguiu.

E esse é o segredo do início dessa religião. Ela foi fundada em frustração e amargura; e isso causou essa hostilidade que resultou na perda de tantas vidas judaicas na história.”

© Projeto Noaismo Info
© Rav Avigdor Miller
Texto do Rav Avigdor Miller traduzido do inglês por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info

 

* Para aprender sobre Bnei Noach e aprender as Sete Leis de Noé de uma fonte fidedigna, diretamente do judaísmo autêntico, e de uma verdadeira autoridade, um Rabino ortodoxo, e ainda, não qualquer rabino, mas o aclamado e ilustre Rav Shimshon Bisker, de Israel, o Rabino Supervisor do Site Bnei Noach Projeto Noaismo Info, autor de mais de 40 livros, com livros traduzidos para o inglês e o espanhol, e o responsável pelo Manual Completo da Observância Bnei Noach, adquira agora mesmo OS LIVROS IMPRESSOS:
BNEI NOACH GUIA BÁSICO PARTE 1, e,
BNEI NOACH GUIA BÁSICO PARTE 2,
lançados pela Livraria virtual Projeto Noaismo Info.

BNEI NOACH GUIA BÁSICO

 

Veja também todas estas importantíssimas e interessantíssimas matérias:

Os três tipos de descendentes de Noá / os Dez Mandamentos Noaíticos / as Três Leis Devocionais dos Noaítas

The Sons of Noah-Os Filhos de Noach

A Disputa de Rambán (Rabi Nachmânides)

O movimento Bnei Noach nos primeiros séculos da existência cristã

Não existe a palavra D-us na Torá Original; Elohim na Torá…

Como alguém conecta-se a D’US?

 

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Site Bnei Noach Projeto Noaismo Info