Bnei Noach, Sucot e (O DIA DE HOJE QUE É) Hoshaná Rabá PARTE 2; e a Prece Pela Chuva

O Site Bnei Noach
Projeto Noaismo Info
APRESENTA

 

HOJE É HOSHANÁ RABÁ

Bnei Noach e a festividade judaica de Sucot e o dia de (HOJE QUE É) Hoshaná Rabá PARTE 2;
e a Oração Pela Chuva

 

Hoshaná Rabá:
Do por do sol de hoje, sábado, 15 de Outubro de 2022, ao por do sol de amanhã, domingo, 16 de Outubro de 2022.
Hoje é o Sétimo e Último dia da festividade judaica de Sucot. Este é o dia conhecido como Hoshaná Rabá, o dia da “Grande Salvação”. 

Uma mensagem compartilhada pelo prezado Rabi Yerachmiel Altman explica:
“O sétimo dia de Sucot é conhecido como Hoshaná Rabá. Todos os eventos futuros para o próximo ano, que foram assinados em Rosh Hashaná e selados em Yom Kipur, são finalizados em Hoshaná Rabá por um segundo selamento. A razão para um segundo selo é outra oportunidade de arrependimento ou retorno.
D’US é a essência do bem, e a natureza do bem é conceder bondade. O primeiro Mandamento Noaítico é acreditar em D’US e ter confiança NELE — que ELE cuidará de todas as SUAS criaturas.”

A Revista Morashá explica mais:
“Rosh Hashaná [é] o dia em que o julgamento Celestial se inicia e Hoshana Rabá [é] o dia em que termina. Consequentemente, Hoshana Rabá assume especial importância como um dia de oração e arrependimento. A ideia [portanto, é que D’US] primeiro assina, depois sela o destino, e só depois entrega SEUS decretos. O ONIPOTENTE dá ao ser humano tempo de mudar seu comportamento, possibilitando assim alterar seu destino. Em Rosh Hashaná, a Corte Celestial julga todas as pessoas. Os justos são julgados favoravelmente e aqueles que estão em falta têm até Yom Kipur para se arrepender. Se não o fizerem, o veredicto desfavorável é selado, mas ainda não é entregue. Isso só ocorre em Hoshana Rabá — o último dia da festa de Sucot.
Apesar de Sucot e Hoshana Rabá ser uma época de júbilo, é também uma época de auto aperfeiçoamento”.

 

Na hora do almoço DE DOMINGO (16 de outubro), pode-se fazer uma refeição festiva em honra a este dia de Hoshaná Rabá. Inclusive, antes da refeição, ou depois (na verdade, a qualquer hora que quiser), pode-se mergulhar o pão no mel e comê-lo (inteiro ou só um pedaço) (faz-se apenas a bênção do pão).
Depois da refeição, após a oração da refeição festiva (página 97 a 99 (na página 98 diz-se: “Festa de Sucot”) do Guia Bnei Noach de Bênçãos e Orações dos Dias da Semana), e apenas nesta ocasião no ano, pode-se recitar o seguinte:

Quando TUA Sagrada Casa estava na Cidade Santa, Israel oferecia orações e sacrifícios em nome das 70 nações do mundo, para expiar por elas e pelo mundo. No entanto, hoje TUA Casa está em ruínas e essas oferendas não podem ser trazidas em seu lugar designado. No entanto, Israel ainda recita essas oferendas hoje, em nosso mérito e em nosso nome, como expiação pelo mundo. Que a minha oração se una à deles, e que o serviço do coração seja aceito diante de TI como o serviço do Templo Sagrado.
No sétimo dia foi trazido para o Templo Sagrado [conforme está em Números 29:32 a 34]:
“E no sétimo dia (de Sucot ofertareis) sete touros, dois carneiros e 14 cordeiros de um ano de idade, (todos) sem defeito, junto com suas oblações (oferendas de farinha) e libações (a libação especial de água que era oferecida em Sucot) que os acompanham — para os touros, para os carneiros e para os cordeiros — de acordo com seu número legalmente requerido. (Ofertareis também) um cabrito como oferenda de pecado, além da oferenda queimada diária [ou seja, os sacrifícios diários], acompanhada de sua oferenda de farinha e libação.”
Ó PURO, que minha oração ascenda a TI. TU, que és abundante em misericórdia e perdão, limpa e remove minhas transgressões intencionais e não intencionais. Perdoa-me e concede-me perdão pelos erros que cometi ao usar mal o TEU mundo, fazendo o que é cruel ou causando sofrimento indevido a outros seres vivos.
TU conheces os mistérios do universo e TU conheces os segredos ocultos de todo ser vivo. TU exploras todos os nossos pensamentos mais íntimos e sondas nossa mente e coração; nada se oculta de TI, nada se esconde de TUA vista. Portanto, seja a TUA vontade, Hashém nosso D’US, ter misericórdia de nós, e perdoa-nos todos os nossos pecados, concede-nos expiação por todas as nossas iniquidades, e perdoa-nos e desculpa-nos por todas as nossas transgressões. Bendito és TU, Hashem, Que perdoa e desculpa as nossas iniquidades, removendo as transgressões uma a uma, com amor e misericórdia para com a TUA Criação.
Hashem, TEUS são a grandeza, o poder, a glória, a vitória e a majestade; pois tudo o que está no Céu e na Terra é TEU. Hashem, TEU é o reinado, e TU és exaltado, supremo sobre todos os soberanos. E Hashém será REI sobre toda a Terra; nesse dia Hashem será UM e O SEU NOME UM. E na TUA Torá está escrito: Ouve Israel, Hashem é O nosso D’US, Hashem é UM. Bendito seja O NOME da glória de SEU Reino por toda a eternidade.”

 

As duas mitsvot da Festividade de Sucot, tomar (ter em mãos) as quatro espécies [Etrog (cidra amarela), Lulav (folha de palmeira), Hadás (ramo de murta) e Aravá (ramo de salgueiro) (um Lulav, um Etrog, três Hadassim e duas Aravot)] e habitar em sucot [sucot é o plural de sucá=cabana], foram ordenadas apenas para os integrantes de Israel. Este fato cria um problema de Chidúsh Dat [Imitação Religiosa] para Bnei Noach.
Judeus e Bnei Noach devem se regozijar em seu objetivo comum: uma redenção da humanidade baseada na Torá.

Quanto a Sheminí Atséret, é inapropriado que Bnei Noach a observe.

 



 

Ao anoitecer de domingo termina o dia de Hoshaná Rabá. Então, no dia seguinte, na segunda de manhã (17 de outubro), pode-se recitar a oração pela chuva, Tefilát Guéshem, (porque nesta época o mundo é julgado em relação à água; veja

Bnei Noach, Sucot e Hoshaná Rabá

 

). Esta oração é recitada uma única vez no ano, nesta data (um dia depois da festividade judaica de Sucot, ou, um dia depois do dia de Hoshaná Rabá). É apropriado que judeus e Bnei Noach, ao mesmo tempo, orem por chuva para que suas orações se unam na súplica ao CRIADOR.

 

A Oração Pela Chuva

Af-Berí é o nome do anjo da chuva, aquele que escurece o céu cobrindo-o das nuvens que ele forma e fazendo a chuva cair. Água com a qual TU coroas a terra de vegetação; não retenhas a chuva devido a nossos pecados. Pelo mérito dos Patriarcas de Israel, protege aqueles que oram por chuva (o povo de Israel e os noaítas).

Que ELE ordene ao SEU anjo que seja mandada chuva das águas celestiais para abrandar a face da Terra com suas gotas cristalinas. Na (TUA Palavra, a) Torá, TU chamaste “poderosa” a água, assim como TU és chamado PODEROSO; para aliviar com suas gotas aqueles em cujas narinas foi soprado o alento de vida, e para dar vida àqueles que (agora) recordam os poderes da chuva.

D’US nosso, recorda o patriarca de Israel (Avraham) que TE seguiu como a água; TU o abençoaste como uma árvore plantada junto a riachos; TU o protegeste e TU o salvaste do fogo e da água; TU o provaste quando ele plantou junto a cada corrente de água.
Por ele, não nos prive de água!

Recorda a aquele que nasceu depois da boa nova (Isaac), quando foi dito: “por favor, pegue um pouco d’água”. TU disseste ao pai dele para sacrificá-lo e derramar seu sangue como água; ele foi cuidadoso de verter orações de seu coração como água; ele cavou e encontrou poços de água.
Pela retidão dele, favoreça-nos com água em abundância!

Recorda a aquele que carregou o cajado dele e atravessou as águas do Jordão (Yaacov); ele uniu o coração dele a D’US e removeu a pedra da boca do poço de água; assim como ele lutou com o anjo composto de fogo e água; portanto, TU prometeste estar junto a ele no fogo e na água.
Por ele, não nos prive de água!

Recorda a aquele que foi retirado das águas em uma cesta (Moshe); eles disseram: “ele encontrou água e deu de beber às ovelhas”; quando TEU amado povo de Israel teve sede, ele golpeou a rocha e saiu água.
Pela retidão dele, favoreça-nos com água em abundância!

Recorda o Sumo Sacerdote (Aharón), o encarregado do Templo, que (em Yom Kipur) se imergia 5 vezes na água; ele se banhava e lavava as mãos com água sagrada; ele clamava e espargia (e o povo de Israel se) purificou pela água; ele permaneceu à parte de um povo de impetuosidade semelhante à água.
Por ele, não nos prive de água!

Recorda as 12 tribos de Israel que TU fizeste atravessar em meio às águas divididas; para as quais TU adoçaste o amargor da água; o sangue dos descendentes deles foi derramado, em TEU NOME, como água; volta-TE a nós, pois as aflições submergem nossas almas como água.
Pela retidão deles, favoreça-nos com água em abundância!

Pois TU Hashem, nosso D’US, é que fazes com que o vento sopre e caia a chuva.
Para a bênção e não para a maldição.
Para a vida e não para a morte.
Para a fartura e não para a escassez.

TU sustentas os vivos com misericórdia, ressuscitas os mortos com grande piedade, amparas os caídos, curas os doentes, liberas os cativos e cumpres a TUA promessa aos que dormem no pó. Quem é como TU, ó PODEROSO! Quem se compara a TI, REI que traz a morte e restitui a vida, e faz florescer a salvação? Bendito és TU, Hashem, CRIADOR e DADOR da vida, que sustentas suas criações!

 

© Rabi Avraham Chaim Bloomenstiel
© Projeto Noaismo Info

Traduzido do inglês por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Site Bnei Noach Projeto Noaismo Info

Bnei Noach podem comemorar Rosh Hashaná? E como celebrá-lo?

O Site Bnei Noach
Projeto Noaismo Info
APRESENTA

Perguntas e Respostas

 

Bnei Noach e Rosh Hashaná

 

Perguntas:
Bnei Noach podem comemorar Rosh Hashaná?
(Se sim,) me explica como comemorá-lo sozinho(a)?

Resposta:
O Rabino Supervisor do Site Bnei Noach Projeto Noaismo, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, responde:

“Exceto umas poucas, um ben-Noach pode cumprir, opcionalmente, as Mitsvót que ele quiser[*] (além das suas Sete Leis básicas), somente saber que é voluntário e não obrigado. Ainda mais Rosh Hashaná, que tem a ver com o mundo inteiro ser julgado. O mundo inteiro é julgado: todos os judeus, também todos os não-judeus; todas as criaturas são julgadas no dia de Rosh Hashaná.

Eu aconselho muito todo mundo em Rosh Hashaná pegar um tempo de reflexão para conversar com Hashém, e também pedir uma função boa para Hashém para o próximo ano, e pedir por saúde, por sustento, tudo o que precisar, e receber sobre si ser uma pessoa melhor. Com certeza esta é a maior dica para Rosh Hashaná.”

[* Levando em conta DOIS PONTOS:
1. “Um ben-Noach não deve querer parecer e agir como judeu; e existe uma pressão errônea sobre esse tema. Essa é a verdade. De fato, não é bom e não se deve passar por judeu.”
2. “Em relação aos rituais judaicos, os Bnei-Noach têm de entender que não tem porque querer fazer algo que não é parte de sua função.”]

 

Sobre como um ben-Noach ou uma bat-Noach celebrar Rosh Hashaná sozinho/sozinha (ou em família ou grupo), basta baixar GRATUITAMENTE o machzor (lê-se marrzór) bnei Noach: o Guia Bnei Noach de Bênçãos e Orações do Rosh Hashaná e do Yom Kipur Para Bnei Noach, supervisionado pelo Rav Shimshon Bisker.

Vejam a Mensagem Especial de Rosh Hashaná do Rav Shimshon Bisker, de Israel, o Rabino Supervisor do Site Bnei Noach Projeto Noaismo Info, para todos vocês, Bnei Noach:

Curso Bnei Noach parte 18: ESPECIAL DE ROSH HASHANÁ

Em 2022, o Rosh Hashaná começa ao pôr do sol de Domingo, 25 de Setembro de 2022 e termina ao anoitecer de Terça-feira, 27 de Setembro de 2022.

 

O Site Bnei Noach Projeto Noaismo Info deseja a todos Shaná Tová Umetucá (um ano bom e doce)!

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

Em memória das vítimas do 11 de setembro.

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Site Bnei Noach Projeto Noaismo Info

18a Parte do Curso Bnei Noach

B”H

 

Parte 18 do Mini Curso Virtual Gratuito de Introdução ao Tema de Bnei Noach

⇑ CLIQUE ⇑
PARA ACESSAR A NOVA LIÇÃO (parte/página) DO CURSO

 

O Curso Bnei Noach do Projeto Noaismo Info é composto de um conjunto de páginas correlacionadas. Cada nova página é uma nova lição. Porém, como página não possui Tag, quando publicamos uma nova página (uma lição nova do Curso) publicamos também um post que direciona para a página em questão, de modo que cada post possui as Tags (assuntos) daquela página.